Escola de Samba campeã do Rio de Janeiro - 2012

Unidos da Tijuca, campeã do carnaval 2012. Comemoração da Diretoria da Escola de Samba, erguendo o troféu da campeã do carnaval do Rio de Janeiro.

Escola sagrou-se tricampeã com enredo inspirado no centenário de Luiz Gonzaga.

Classificação Final Grupo de Acesso A

1º Unidos da Tijuca 299,90
2º Salgueiro 299,70
3º Vila Isabel 299,50
4º Beija-Flor 298,90
5º Grande Rio 298,30
6º Portela 297,20
7º Mangueira 297,00
8º União da Ilha 296,20
9º Mocidade 295,80
10º Imperatriz 295,00
11º São Clemente 294,70
12º Porto da Pedra 291,70
13º Renascer de Jacarepaguá 290,2

As Escolas de Samba Porto da Pedra e Renascer de Jacarepaguá, caem para o grupo de acesso em 2013.
A vencedora do grupo de acesso 2012 foi a Inocentes de Belford Roxo, com o enredo “Corumbá – Ópera Tupi Guaikuru”, do carnavalesco Wagner Gonçalves é subirá para o Grupo de Acesso A, do Rio de Janeiro em 2013.



Samba-enredo Unidos da Tijuca
O dia em que toda a realeza desembarcou na Avenida para coroar o Rei Luiz do Sertão

Compositores: Cesinha, Jorge Calado, Josemar Manfredini, Silas Augusto e Vadinho
Intérprete: Zé Paulo Sierra

A minha emoção vai te convidar
Canta Tijuca vem comemorar
"Inté Asa Branca" encontra o pavão
Pra coroar o "Rei do Baião"

Nessa viagem arretada
Lua clareia a inspiração
Vejo a realeza encantada
Com as belezas do sertão!
"Chuva, sol" meu olhar
Brilhou em terra distante
Ai que visão deslumbrante, se avexe não!
Muié rendá é rendeira
E no tempero da feira
O barro, o mestre, a criação!

Mandacaru a flor do serrado
Tem "xote menina" nesse arrasta pé
Oh! Meu padim, santo abençoado
É promessa eu pago, me guia na fé

Em cada estação, a "triste partida"
Eu vi no cangaço vida severina
Á margem do Chico espantei o mal
Bordando o folclore raiz cultural...
Simbora que a noite já vem,
"Saudades do meu São João"
"Respeita Véio Januário, seus oito baixo tinhoso que só"
"Numa serenata" feliz vou cantar
No meu pé de serra festejo ao luar...
Tijuca a luz do arauto anuncia
Na carruagem da folia, hoje tem coroação!


A escola levou para a avenida 3600 componentes, divididos em 33 alas.


Mestre-sala e Porta-bandeira veio como Lampião e Maria Bonita.

Guardas armados que faziam coreografias entrosadas com a dança do Mestre-sala e Porta-bandeira

Ala dos cangaceiros.







A comissão de frente mais uma vez inovou e entusiasmou na avenida, apresentando um ginasta romeno para fazer uma coreografia sanfonada humana, representando a alma da sanfona, performace diferenciada, super colorida e surpreendente.

A comissão de frente com Lampião, Maria-Bonita e os cangaceiros se transformando em sanfonas dançantes.






Os cangaceiros traziam malas que representava a sanfona do cantor e faziam várias coreografias que se transformavam em sanfonas dançantes.


Mestre-sala e Porta-bandeira, foram caracterizados como esculturas do Mestre Vitalino.


Carro alegorico em homenagem ao Mestre Vitalino, ceramista de Caruaru, fez história com sua habilidade em fazer personagens de barro representando a realidade pernambucana.



O carro contou com gangorras, espetacular!

A roupa, as máscaras e as pinturas ajudaram a criar a ilusão de que as pessoas eram feitas de barro.

Gracyanne Barbosa, Rainha da Bateria

Gracyanne Barbosa, estava vestida de pássaro assum real, toda de preto. Belíssima!

Gracyanne abre passagem para a bateria passar.
A bateria, comandada pelo mestre Casagrande, misturou forró ao samba para embalar o enredo sobre o Rei do Baião.

Ala das Baianas

Carro alegórico com menção as festas populares da região nordestina.

Cultura nordestina: o carro de bois e a religião.

Ala fantasiada da Unidos da Tijuca durante desfile na Sapucaí.




Carro alegórico representando a Feira de Caruaru, com esculturas maravilhosas.

Destaque desfilou com boneca de pano, parte da tradição nordestina.


Alegoria festa junina, bastante colorida, representando as tradições do local.






Passistas mostraram todo o seu amor e alegria pela escola.







Fantasias luxuosas para receber a realeza, cores e adereços destacavam o ouro e brilhante.

Ala carrega pássaros pela passarela da Sapucaí


A música Asa Branca, um dos maiores sucessos de Luiz Gonzaga, teve lugar de destaque no desfile, com três bolos gigantes com rádios que representavam o sucesso que o compositor fez pelo país.

A história contada pela agremiação trouxe o carro "Desembarque Real", os Reis e Rainhas de todo o mundo para coroar o Rei Luiz do Sertão. Representações de Pelé, Roberto Carlos, Rainha Elizabeth e Elvis Presley não faltaram.

Destaque caracterizado como o Rei do Baião.

O homenageado, Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.


Parabéns a Escola de Samba Unidos da Tijuca,
Campeã do Carnaval 2012 do Rio de Janeiro!








Um comentário:

  1. Sou Nordestino nato e tenho um orgulho imenso por minha região por, por nossas raízes, idem o meu estado e por que não por Exu??? Rsrsrsrsrs
    Amei e gigantesca homenagem ao eterno Rei do Baião - Luiz Gonzaga, meu ídolo maior! Ninguém nunca revolucionou tanto a música e a cultura nordestina como Luiz Gonzaga e a prova fora consumada no desfile da Escola de Samba Unidos da Tijuca, parabénnnssss, vcs foram sábios e certeiros, com certeza seria e foi vitória na certa!!!!!
    Foi uma prova que o Nordeste tem um potencial incontestável!!! :)
    Valeu idealizadores do tema!!!!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante!

Muito obrigada e volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...