25 de janeiro, Dia do Carteiro

Dia 25 janeiro, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos comemora o Dia do Carteiro.

O CARTEIRO
(Aristides Ferreira Netto – IP Caraguatatuba, SP)

Sou carteiro responsável,
E disso sempre me orgulho.
Cumpro minha obrigação,
Sem fazer muito barulho!

A tarefa que me cabe,
Que faço sem discutir...
É receber um malote,
E logo distribuir.

Levo mensagens de amor,
De alegria e de prazer.
E quanta mensagem triste
Eu entrego sem saber!

Mas minha missão é nobre,
Porque une os corações,
Com palavras de conforto,
E de felicitações!

E quando chega o natal,
Levo a história de Jesus,
Escrita em lindos cartões,
Brilhantes como uma luz!

É tão linda aquela história,
Que causa grande emoção.
Quisera eu tê-la escrito,
No fundo do coração


Referências históricas




A data resgata a memória da criação em 25 de janeiro de 1663 do Correio-Mor no Brasil, cujo primeiro titular foi Luiz Gomes da Matta Neto, que já era o Correio-Mor do Reino, em Portugal. Com a sua nomeação, começou a funcionar o Correio no Brasil como uma organização paraestatal e qualificado para receber e expedir toda correspondência do Reino. Em 19 de dezembro do mesmo ano, foi nomeado para o cargo de assistente do Correio-Mor na Capitania do Rio de Janeiro o alferes João Cavaleiro Cardoso.

Vale observar que a palavra correio também significa carteiro, mensageiro, embora o serviço de carteiro, tal como conhecemos hoje, somente tenha tido início, no Brasil, no período da Regência, no século XIX.

Mesmo com a criação do Correio-Mor no Brasil Colônia, a entrega das correspondências até meados do século XIX era muito precária. As pessoas relutavam muito em pagar os serviços de correios, preferindo usar mão de obra gratuita, como os tropeiros, os bandeirantes e escravos.






Na história postal brasileira temos um carteiro que se notabilizou: Paulo Bregaro, que levou para o príncipe D. Pedro as notícias de Portugal que ensejaram a Independência do Brasil.

As palavras proferidas pelo Conselheiro José Bonifácio de Andrada e Silva, ao recomendar pressa na entrega das correspondências, ainda hoje sintetizam a mística do trabalho responsável do carteiro: "Arrebente e estafe quantos cavalos necessários, mas entregue a carta com toda a urgência" - segundo uma versão. "Se não arrebentar uma dúzia de cavalos, no caminho, nunca mais será correio; veja o que faz!" - segundo outra.

Por seu feito, Paulo Bregaro é o patrono dos Correios.





Em 1835 o Correio da Corte passou a fazer a entrega de correspondência a domicílio. Até então, só tinham direito a essa concessão, pelo Regulamento de 1829, as casas comerciais e os particulares que pagassem uma contribuição anual (de 10 a 20 mil réis).

Em 1852, o telégrafo foi introduzido no Brasil e as pessoas que faziam a entrega de telegramas eram chamadas de mensageiros. Carteiro é a designação privativa dos serviços dos Correios. Hoje, a palavra carteiro é utilizada indistintamente para a entrega de cartas e de telegramas.




A Repartição Geral dos Telégrafos era separada do Departamento de Correios; somente em 1931 é que houve a fusão dos dois serviços, criando-se o Departamento de Correios e Telégrafos - DCT.

Em 20 de março de 1969, o antigo DCT foi transformado na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT.


Os carteiros nos dias atuais

Para distribuir diariamente 34 milhões de objetos, a ECT conta hoje com um efetivo de 47.176 carteiros, o que representa 48,13 % do seu efetivo total de 98,1 mil empregados. Esta atividade, antes reservada apenas aos homens, atualmente é executada, também, por 3.876 mulheres, ou seja, 8,22% dos carteiros pertencem ao sexo feminino.

Correios

Distribuídos por 681 Centros de Distribuição Domiciliária (local onde a carga postal é separada pelos carteiros por ordem de ruas e de numeração antes de saírem para a entrega domiciliar em seus respectivos distritos) e mais 3.850 Agências de Correio com distribuição domiciliária (são as agências pequenas que não contam com carteiros), os carteiros percorrem diariamente cerca de 233 mil quilômetros, o que representa mais de cinco voltas na circunferência da Terra.

Nessas percorridas diárias cada carteiro entrega, em média, cerca de 1.247 objetos, visitando 350 domicílios.

Além das atividades diárias de entrega de cartas e encomendas, nossos carteiros têm participado de ações de cidadania desenvolvidas em todos os Estados, destacando-se o projeto Carteiro Amigo - Incentivo ao Aleitamento Materno, programa iniciado em 1995, no Estado do Ceará e posteriormente estendido para a Região Nordeste, em 1999, e para as Regiões Norte e Centro-Oeste, em 2000 e finalmente abrangendo todo o Brasil, em 2001. O projeto consiste no aconselhamento e na entrega de folders informativos quanto à importância do aleitamento materno e os carteiros recebem treinamento das Secretarias Estaduais de Saúde para esse tipo de ação.

Correios

Em 2002, cerca de 20.000 carteiros participaram do programa que atingiu 4 milhões de pessoas, em cerca de 500 municípios brasileiros, eleitos pelo Ministério da Saúde, por apresentarem altos índices de desnutrição e de mortalidade infantil. De acordo com o UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) o Brasil é o segundo país do mundo onde mais cresceu a prática do aleitamento materno, e certamente pode-se creditar grande parte desse triunfo aos carteiros, pelo excelente trabalho desenvolvido junto as camadas mais desassistidas da sociedade.

Outra ação de caráter social que envolve os carteiros e que tem tido grande receptividade, sobretudo por parte da imprensa, é o Projeto Papai Noel nos Correios. Este trabalho consiste no recebimento de todas as cartas enviadas ao Papai Noel, em sua maioria, com o endereço do Pólo Norte ou do Céu, no período natalino (cerca de 60 mil cartas) e que são examinadas, uma a uma, por equipes de empregados e de voluntários da sociedade. Quando é possível atender ao pedido, confirma-se a entrega, procurando-se atender aos pedidos de necessidades mais urgentes e de situações de maior carência. Quando não é possível o atendimento, envia-se uma mensagem confirmando o recebimento da cartinha, com palavras de carinho e de incentivo para a criança a continuar numa atitude construtiva e no caminho do bem.

Os presentes são entregues por carteiros ou outros empregados dos Correios em regiões carentes nos grandes centros urbanos com grande visibilidade da instituição Correios, na maioria dos casos, com os carteiros vestidos de Papai Noel.

Vale também mencionar o envolvimento do carteiro em outros trabalhos de cunho social pelo Brasil, como por exemplo, a distribuição de informativos relativos aos cuidados para o combate à Dengue, feito no Estado do Rio de Janeiro.

Essas ações sociais dos carteiros bem como o seu desempenho profissional na entrega das correspondências vem sendo muito bem recebidos pela população, indicativo da alta credibilidade e da confiança que as pessoas têm pela figura do carteiro.

A propósito da confiança nesse profissional, o carteiro - a face mais visível da Empresa - muito contribui para o elevado conceito que a instituição Correios tem junto à população. A pesquisa de opinião feira em 2002 pela Fundação Instituto de Administração/Universidade de São Paulo - FIA/USP confirma essa realidade: os Correios estão em primeiro lugar (ao lado da Família e dos Bombeiros) com 93% de credibilidade. Quanto à eficiência, 86% dos 17 mil entrevistados consideram a empresa muito eficiente/eficiente, 12% pouco eficiente, 1% nada eficiente e 1% não sabe.


O carteiro e o seu cotidiano

Muito tem sido falado do carteiro como profissional, mensageiro de boas e más notícias. Entretanto, aquele que fielmente cumpre a sua missão, tornando-se o elo principal entre as pessoas, independentemente da distância, é, acima de tudo, um admirável ser humano. Um brasileiro que, como todos os outros, tem alma e coração. Alma para entender o espírito de seu semelhante e disponibilizar o ombro amigo no primeiro momento após o recebimento de uma informação desagradável. Coração para perceber o brilho no olhar de quem recebe aquela tão esperada notícia de um ente querido.

Correios

Os Correios têm no carteiro o seu mais representativo símbolo de identidade junto à sociedade em geral. É a imagem da Empresa que, juntamente com milhões de correspondências, chega diariamente aos diversos lares brasileiros.

O carteiro, essa figura simpática que, por estar todos os dias passando por nossas casas, é facilmente adotado, involuntariamente, pela família. Quem de nós não já ouviu a expressão carinhosa "o meu carteiro" ou "o carteiro lá de casa"? Essa é a forma como tratamos o nosso carteiro. O nosso amigo de todos os dias. Aquele que, faça chuva ou faça sol, sempre passará pela nossa porta deixando uma mensagem de alguém que lembrou de nós.

Correios

No cotidiano da Empresa, muitos são os registros de episódios envolvendo o carteiro. Um dos mais recentes e que encantou a todos, além de servir como definição para o nível de seriedade com que o carteiro encara a sua missão, ocorreu na entrega de um sedex 10, na cidade de Porto Alegre. O carteiro foi entregar a encomenda e ao chegar ao endereço a empregada disse que não podia receber o objeto porque a patroa tinha deixado a porta fechada e levado a chave. Como se tratava de um apartamento no segundo andar e a encomenda tinha que ser entregue antes das 10 horas, o carteiro conseguiu uma escada emprestada (o prédio estava em reforma) e entregou a encomenda pela janela, não perdendo o prazo e os Correios honraram o compromisso público do sedex 10. São atitudes como essa que dignificam ainda mais o trabalho do carteiro. O seu senso de responsabilidade para com o cumprimento de sua missão é que torna os serviços postais brasileiros, um dos melhores do mundo.

Não obstante a já dignificante missão de entregar correspondências, o nosso carteiro ainda encontra tempo para se engajar, voluntariamente, em programas sociais promovidos pela Empresa, como é o caso do já mencionado projeto Carteiro Amigo.

Não muito raramente, o carteiro é um líder comunitário, estando voltado também para o bem estar da sua comunidade. Essa liderança é facilmente reconhecida e creditada ao prestígio pessoal que esse dedicado profissional tem perante a sua Empresa e sua família. Vários são os casos de carteiros vereadores ou prefeitos de suas cidades, numa demonstração inequívoca de que participam também das decisões políticas que envolvem a sua comunidade.

Fonte: www.correios.com.br


Parabéns a todos os Carteiros pelo seu dia!


"Ganhe Dinheiro com seu Site"

5 comentários:

  1. Very interesting and informative. Regards.
    Muito interessante e informativo. Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Felipe!
    Tenha uma excelente semana!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Felicidades para todos los carteros.
    Besos amiga.
    Fer.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Fernando pela visita.
    Uma excelente semana pra vc!
    Bjs

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante!

Muito obrigada e volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...